Fatos históricos, políticos, econômicos e sociais. A História, relida e recontada.

Mexeu com elas, mexeu comigo


Resultado de imagem para mexeu com uma mexeu com todas


Nos últimos dias não se fala de outra coisa a não ser do assédio feito por um global a uma figurinista da mesma empresa.

O que falar sobre isto? É lamentável em pleno século XXI ainda termos que assistirmos a cenas como estas. Ainda mais de um ator conceituado, idoso e de carreira sólida e estruturada.

Acho o seu afastamento uma atitude coerente da Rede Globo, mas imagino que não deva ficar apenas nisto. É preciso uma ação mais enérgica, porque se não vai virar moda e outros farão e não vai acontecer nada. Acho que a justiça deva punir com veemência dentro dos rigores da lei este caso.

Fazer juízo de valor é bastante complicado, mas esta questão não é de agora. Desde os primórdios da história da humanidade que as mulheres são silenciadas, esquecidas e tratadas como objeto. Todavia, o tempo passou e essas mesmas mulheres chegaram a ocupar cargos importantes em todas as esferas da Nação.

Considero que uma simples carta com pedido de desculpas não resolve a questão, nem ameniza, pois deve ser duro estar no seu trabalho e ficar sendo coagida por um colega de trabalho. Isto não é só na televisão não, mas em todos os campos da vida em sociedade.

Nas escolas, nos postos, nas repartições, no mercado, em casa. O assédio físico e psicológico e o assédio moral estar em todos os lugares. Esta semana uma professora me relatou que a gestora de sua escola fez um comentário infeliz sobre uma caveira em sua blusa. Que tipo de gente é esta? Que julga? Como uma pessoa destas está a frente da direção de uma escola. Não relatarei o nome da professora, nem a escola para preservar sua identidade.

Pois é, e não para por aí não. Nas repartições já presenciei e fiquei sabendo de pessoas que se acham “com o rei na barriga” porque estão no controle de algo, mas que não são nada, e são: pobres de espírito.

O bom de tudo isto é que na roda gigante da vida o mundo roda e já já a gente vai ver estes “poderosos” do abuso caírem por terra. Que fique bem claro que não é só na Paraíba, ou em João Pessoa que isto acontece, mas em todo território nacional.

Fica aqui o nosso desejo e esperança de que estas questões todas sejam amadurecidas e que estas situações sejam dissipadas das nossas sociedades. Comece por você a fazer a mudança. Seja responsável com seus trabalhos e suas coisas e o mundo começa a fica melhor. A mudança está em nós!!! E, lembrando que não é só com elas, é também com eles, com eles e elas, com eles e eles e com elas e elas.   

Viva o respeito!!!!!

(MENESES, Hérick Dayann Morais de, 2017)

3 comentários:

  1. Adorei. Leve e atual! Acho que um cenário deste mexe com todas e com todos, desde que tenham bom senso!!! Parabéns, Hérick.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.